Seu pecado só é diferente do meu

“Meu passado me condena”… O meu, o seu e de todo mundo.

Ninguém aqui é santo. Todos, sem exceções, ja fizeram algo que se arrependem amargamente ou se envergonham.
Podemos discutir tendências e temas políticos…

Podemos discutir sobre o aborto, pena de morte e armamento…

Podemos condenar atitudes deploráveis…

Podemos (e vamos) boicotar quaisquer mostras e exposições que contenham pedofilia, zoofilia e que ataque religiões.

Mas fica a pergunta: O seu pecado é mais brando que o meu para julgar-me?




Claro que não estou falando de pecados passiveis de penalidades, tais como estupro, assassinatos, etc…

Frisa-se: estou falando de erros e não de crimes.

As pessoas tomam certas atitudes que talvez não compreendemos mas somente elas sabem o que se passa por trás das cortinas… Nos bastidores.

A questão não é o pecado passado e sim o arrependimento verdadeiro e a mudança de atitude.

É a mudança sincera… o perdão verdadeiro… o perdoar-se…

Ano passado você buscava “A”.. Hoje você busca “B”… O “D” não tem serventia mais… Mas o “E”… Aaaaa o “E”.. O “E” sempre estará no seu coração.

A questão é: As pessoas mudam… todos mudamos… perdemos o interesse, repensamos… analisamos… amadurecemos e aprendemos com os erros passados.

Aprendemos mais pela dor do que por amor… Mas o importante é aprender.

Enfim… Não julgue a vida do outro se a sua não for equiparada a Jesus Cristo.
Limpe primeiro a sua latrina para depois olhar a do outro.

Mas fica a pergunta: Você é feliz? É realmente feliz e resolvido?

Mas isso é apenas um devaneio…



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: